Estrutura Residencial Para Pessoas Idosas (ERPI)

Estrutura Residencial constitui-se como uma Resposta Social, desenvolvida em equipamento, destinada a alojamento coletivo, num contexto de “residência assistida”, para pessoas com idade correspondente à idade estabelecida para a reforma, ou outras em situação de maior risco de perda de independência e/ou de autonomia que, por opção própria, ou por inexistência de retaguarda social, sem dependências causadas por estado agravado de saúde do qual decorra a necessidade de cuidados médicos e paramédicos continuados ou intensivos, pretendem integração em estrutura residencial, podendo aceder a serviços de apoio biopsicossocial, orientados para a promoção da qualidade de vida e para a condução de um envelhecimento sadio, autónomo, ativo e plenamente integrado.

Constituem-se como objetivos principais desta resposta:


1. promover qualidade de vida; • proporcionar serviços permanentes e adequados à problemática biopsicossocial das pessoas idosas; contribuir para a estabilização ou retardamento do processo de envelhecimento;
2. privilegiar a interação com a família e/ou significativos e com a comunidade, no
sentido de otimizar os níveis de atividade e de participação social;
3. promover estratégias de reforço da auto-estima, de valorização e de autonomia pessoal
e social, assegurando as condições de estabilidade necessárias para o reforço
da sua capacidade autónoma para a organização das atividades da vida diária.​